Você Sabe Qual é a sua Idade Emocional?

Quantos anos você tem? Não precisa se preocupar e nem responder, pois não quero saber a sua idade. Pelo menos não a cronológica, a que contamos em anos.

Estou falando sobre idade emocional, sobre o seu desenvolvimento psicológico.

Idade Emocional

Para quem ainda não entendeu, segundo a Dra. Sills: “A idade cronológica marca quantos anos temos de vida, mas a emocional reflete o que fizemos durante esse tempo”.

É portanto um acúmulo de maturidade, mas principalmente a capacidade de se manter verdadeiramente maduro,  mesmo em momentos de estresse.

Traduzindo, é quando conseguimos nos mantermos inteiras, sem perder a pose,  diante de um não; sem fazer biquinho, beicinho ou sair correndo para o banheiro chorar, sempre que as coisas dão errado. É não ficar na defensiva quando se está em um relacionamento, agindo com infantilidade ou  fazendo críticas e juízos num comportamento envelhecido.

Para entendermos melhor, Vamos citar abaixo as 5 idades emocionais que existem. Leia e tente identificar em qual delas você se encaixa e corre para providenciar mudanças hein!

Bebê emocional

toddler-1252756_1920
Bebê emocional

O bebê emocional, não pede: exige! O seu pensamento é  “Se me amasse, me dava!” São adultos que agem como bebezinhos, fazendo manha e pirraças. E se lhe perguntam o que houve, eles não articulam o que está havendo.

Criança emocional

girl-1252760_1920
Criança emocional

A criança emocional trama situações para que seus desejos sejam atendidos. Se queixa constantemente e fica emburrada sempre que é contrariada e, às vezes age às escondidas. Dá de ombros quando  o chefe ou o marido lhe faz uma pergunta, isso quando não ri de situações sérias.

Adolescente emocional

girl-1258630_1920
Adolescente emocional

O  adolescente emocional tanto gosta de ser independente, como gosta que cuidem dele. Por exemplo: “não vou telefonar avisando que vou me atrasar porque não tenho que dar satisfações para ninguém”.

Mas em outras vezes, “Nossa eu me atrasei e ninguém ligou? Será que não se preocupam comigo? E se tivesse acontecido alguma coisa?”.  Vive em conflito pois ora gosta de tudo, ora não gosta de nada, e às vezes dos dois ao mesmo tempo.

Pai ou mãe emocional

woman-868521_1280
Mãe emocional

Faz exigências com juízos, ameaças e comandos, utilizando muito palavras como: “tem que,” “deve,” “isso não se faz!” “que injustiça!” etc. Por exemplo: “você precisa parar de falar desta forma, isto não se faz”. Não tem paciência e não entende o tempo nem o limite do outro.

Adulto emocional

woman-411803_1280
Adulto emocional

O adulto emocional é o ser equilibrado. É onde todas nós deveríamos estar. Entende que seu direito acaba quando o do outro começa. Está sempre disposto a chegar em um acordo e até fazer sacrifícios sem ficar com rancor ou se sentir intimidado com isto.

O adulto emocional não é chato. Ele sabe equilibrar as obrigações que a idade cronológico acumulou, mas sabe conciliar seu lazer, sem precisar agir como uma criança ou um adolescente nos ambientes em que frequenta.

O adulto emocional se aceita e é feliz.

Mas não é fácil chegar a este patamar. Os especialistas explicam que diversas questões podem influenciar no desenvolvimento, ou não, destas características.

Afirmam ainda que ter sido criado em um ambiente tranquilo e sem estresse é o fator chave para uma vida adulta plena: cronológica e emocionalmente falando.

Bom é isso. Conseguiu identificar qual é a sua idade emocional? Avalie maneiras de sair dela e evoluir também nesta área.

Mas não esquece de contar pra gente. Comente e compartilhe tá bom!

 

 

________________

Fontes principais:  artigo  Dra. Rosario Ortigao, LMHC, MAC Conselheira de Saúde Mental e Dra. Judith Sills, PhD.

_________________________

 

 

Claudia Freitas

Claudia Freitas, bem maior de 40, jornalista e editora deste singelo Blog.

Oi deixe sua crítica, ideia ou sugestão.